terça-feira, 29 de abril de 2008

Roda Gigante

Minha vida passa das nuvens / ultrapassa os sentidos / respiro ar do céu azul / Vivo por todos e também por um / Minha casa paredes do sol / piso de margaridas / Destino grande ilumina / a vida amiga / querida / Meu nome voa com o vento / se une em sonhos antigos / que eram por mim / esquecidos / Meus pensamentos além do universo / formam poesias e versos / brotam flores, das dores revés / nuvens da mais pura fé.

23 comentários:

Lígia Carvalho disse...

:O
Escrever poesia não é pra qualquer um.. Parabéns!!!
Já te linkei pra que fique mais facil visota-la novamente..

Sempre brinco com meis amigos virtuais que comentam no blog:
"Chá? Café? Fique a vontade.

Emely disse...

Que LInda =)
Bom Voar com o vento!

*Otimo feriado
=*
*pAz

Maria Renata disse...

Aaaah, que vontade de parquinho!!! Fui tão poucas vezes!
beijos!

Bárbara M.P. disse...

Oi querida,

Parece que nós estamos em um mesmo ponto da estrada: o Carrossel.
Escrevi sobre isso ontem, como você... sobre pessoas e coisas que vão-e-vem, atravessando nosso caminho e sempre deixando algum rastro, uma flor, um sentimento,um espinho, uma lição pra vida toda.

Adoro vir aqui, adoro a delicadeza desse lugar.

Um feriado maravilhoso pra ti,
Bárbara

Martinha disse...

A vida não pára. É composta por muitos momentos, pessoas e acontecimentos que fazem com que ela gire e seja sempre dinâmica!
Gostei também do teu blog.
Acho que passarei mais vezes. ;) *

Juliana Caribé disse...

Delicado o texto. A forma como você estruturou ele me deu a impressão de estar verdadeiramente numa roda gigante. Mais que isso, me deu vontade.

Beijos.

Bianca Rieth disse...

acho que tu tens um dom de escrever poesia, escreves de maneira simples, mas que contagia..

roda gigante, voltas, vida, amores, amigos e de novo uma grande roda gigante...


amei esse post....

beijos

pensetb disse...

eaí, gostei muito do que tu escreveu,um sentimento bom,tranquilo...
te linkei no meu tb, assim fica facil pra eu voltar aqui.
bjos

Camila Diniz disse...

Escrever coisas do tipo não é facil, e você soube mostrar isso claramente, tudo o que queria passar...conseguiu.... incrivel

O Profeta disse...

Na água tudo se perde
Lavas do rosto a desventura
Uma lágrima é simples gota
Perdida do mar da ternura


Bom feriado


Doce beijo

Camilinha disse...

Sonhar é sempre necessário, né?! Cabeça nas nuvens, coração levantando vôo! É lindo mesmo!


Eu tenho medo de roda-gigante... talvez porque ela gira e volta sempre para o mesmo lugar.

não sei, sei lá. Ás vezes o mundo podia girar pro lado ao contrário, só para variar...rs

beijos daqui...

Inconsciente disse...

Legal isso.
Achei digno!

Clarissa Santos. disse...

Quanta vida em tanta roda! :D
Lindo, lindo, lindo!
Vivo! (:

beijos *:

Lorita disse...

Tua casa deve ser linda e perfumada. :)

Lindo poema

Bjm

Luciana disse...

que coisa mais linda e deliciosa de se ler, de se ter, de se querer, de se ser...
sou tua fã, Carol.
beijos!

MARIUS QUIRÓZ disse...

Maravilhoso texto. Adorei!


Bjos

Carol Montone disse...

ai que linda esta metáfora piso de margaridas...
beijosss
Carol Montone

Clarissa às claras disse...

Carol, que lindo!
Adorei!
E estou de volta!
Beijos!

Criiis ;) disse...

Quero ir em uma roda-gigante e esquecer do mundo!


Linda a poesia!
Beijos

Polly disse...

Menina, tudo adocicado de beleza, a cabeça voando alto, altiva, regozijada de viver está a viajante desta roda gigante...
=)

Belíssimo texto, deu até aquele friozinho na barriga!

Beijo

Filipe Garcia disse...

Que bonita tua visão do alto! Vendo assim, de cima, fica até mais fácil enxergar essa vida que passa e esse sonhos antigos.

Achei o poema profundo. Li várias vezes e ainda estou digerindo!

Beijo.

Márcia Leite disse...

Texto-delícia!

=*
=)

Dani disse...

ahh, essas rodas-gigantes... E que lindo aqui! Adorei seus versos. Obrigada pela visita! Beijo