segunda-feira, 5 de maio de 2008

Cartografia

Planto flores em todas as esquinas.
Espalho meus versos como pistas.
Os cabelos penteio com carinho.
Assim o amor vai poder
seguir as trilhas pra me ver

27 comentários:

Toninho Moura disse...

E quando ele me encontrar...
O que eu vou fazer?

Better MAN disse...

Singelo, simples, elegante. Totalmente apaixonante. Demais!

Parabéns!

Clarissa Santos. disse...

Que delicado! :D
O amor vai seguir a trilha certa (:

Beijos :*

Mário Liz disse...

Quanto dela me cora
Quanto dela me nina
Quanto dela me cura
Quanto dela menina
Quanto dela me cria
Quanto dela me atura
Quanto dela sou criatura
Quanto meu sou Carolina
Quanto de cara
Quanto de sina
Quando dela me ensina
Quanto dela me assanha
Quanto em mim sou homem-aranha
Quanto dela mulher-maravilha
Quanto mundo em forma de ilha
Quanta norma que é filha sem pai
Quanto rastro de Carolina eu escrevo
Quanto dela da boca me sai
Quanto dela na alma me sua
Quanta rua caminho em poema
Quanto vento que voa
É Carolina que vai ...



- depois de um comentário daqueles que vc postou na minha página, isso é o mínimo que eu poderia fazer.

Polly disse...

Charmosa...
;)
O cheiro das flores sai dos cabelos e as flores são penteadas ao vento, os poemas exalam beleza..
Segue bem quem segue assim!

Beijoo e Feliz aniversário!

Camila Diniz disse...

o que mais me encantou fou o título junto com o que escreveu, ficou uma combinação.

vamos jogando coisas boas por ai, que o amor chega....

coloquei como meu subnick do msn o verso "Espalho meus versos como pistas"

:: Daniel :: disse...

Como João e Maria, espalhando suas migalhas para encontrar o caminho certo.

Como Dorothy, que segiu a trilha dos tijolos amarelos para encontrar o mágico de Oz.

:: Daniel :: disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Cláudia Zumpano disse...

Carolina,
seus versos são tão, mas tão delicados...
adorei!
;*

Maria Renata disse...

E o amor já te achou, pode ter certeza ;)
beijoca!

Emely disse...

lindo!
mais acho q o amor tb eh uma trilha
=)

Juliana Caribé disse...

Como as migalhas que o João e Maria espalhavam pelo caminho...

Bonito!

Beijos.

Bianca Rieth disse...

O melhor é plantar flores por todos os cantinhos, e saber que delas poderá colher o amor.

beijos!!

Inconsciente disse...

Desorganizado e desconfigurado o texto se torna difernte e bonito.

Violeta disse...

e então ela se fez bonita...
.
me senti em casa...
=)
Beijos, adorei teu lugar, vou linká-la no meu Quintal
.

MARIUS QUIRÓZ disse...

Deixarás um maravilhoso caminho de flores por onde ousares existir...

Bjo!

Bárbara M.P. disse...

Poucas palavras e muitos significados - isso é que é sabedoria popular..

Luciana Clarissa disse...

o amor só encontra o caminho,
quando essas pistas são deixadas.
ABSOLUTAMENTE BELO!
beijos, carol:)

www.quemsouessa.zip.net disse...

que delícia de versos...

Clarissa às claras disse...

Carol, obrigada pelas palavras, pela força.
Vou começar a seguir Quintana.
E como sempre, tu me encantas com tuas palavras.
Beijos! =)

flávia. disse...

brigada pelos comentários no meu blog!
gostei bastante do seu blog, essa coisa de chá com bolachas trás tranqüilidade! haha
gostei desse texto também, a mesma idéia daquela frase que fala pra plantar seu jardim e decorar sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. [é isso né?]
vou te adc aos meus favoritos.
beijo ;*

Nanita disse...

simples e tocante, adorei :*

Camilinha disse...

é a versão muito melhorada da história do jardim de borboletas... a sua é muito melhor!!!

beijos daqui...

Rafael Dias disse...

ótimos versos.
gosto do seu estilo.
bjo

Filipe Garcia disse...

Achei tão bonito. Simples, singelo e satisfatório!

Crônicas e tônicas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Devaneios na madrugada... disse...

adorei o texto e seu blog viu!
Escreve muito bem, vou linkar tá? BEIJO

ps. passe no devaneios, se cuida..