quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Duo (2)

da dualidade das coisas:

Leve - Pesado
Gordo - Magro
Luz - Escuridão
Morte – Vida
Quente – Frio
Ser – Não ser
Verdade - Mentira

10 comentários:

Paula disse...

Ola,

Primeiramente muito obrigada pela visita e por me seguir no blog.
Com certeza, te seguirei tb.
Achei muito bonito e legal por aqui.

Beijos

Arnoldo Pimentel disse...

Muito bom seu texto, duo, contrastes, gostei muito, parabéns,beijos.

Toninho Moura disse...

Ser e não ser.

Daniel Savio disse...

Também pode ser o extremo da nossa vida...

Fique com Deus, menina Carolina de Castro.
Um abraço.

Ellen Damaris disse...

Desculpa *-*

Eu fiz outro blog porque aquele outro tava dando muito problema !

http://lemdamaris.blogspot.com

espero que vs de uma passsada lá!
fooi mals pelo spam !

beijinhos

Camila F. disse...

Muito bom, deu vontade de ler "A insustentável leveza do ser" de novo!

:)

Tatiane Lemos disse...

A vida é feita assim ñ é?

Beijos....

Evelyn Ceinwyn . disse...

E um só existirá por causa do outro. Dualidade.

Beijos.

Clara disse...

=) Ei, adorei seu blog! Tão simples, até ri de alguns posts que li. Gosto de ler textos assim, levinhos. ^^
Gostei disso de dualidade, é uma ótima idéia! Qualquer dia faço uma versão, pode? =)

Karla Thayse disse...

Te desejo uma semana leve, gorda de alegrias, cheia de luz e vida, quente e verdadeira!

Beijo grande