segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Ensaios sobre o medo

As vezes penso qual seria atitude certa a tomar.
Tantos medos por me saber imperfeita.
Mas derepente, clareia:

“Se não existisse em mim o medo, o que faria neste momento?”

Esta sim é a vontade mais pura.
A expressão de mim mesma, em forma bruta.
Trejeitos impedem ver a verdade.
O medo impede a felicidade.

----------------------------------------------------------------------
Dias depois te ter escrito esta poesia. Li em um livro na minha estante as frases abaixo:

1. Krishna, cheio de amor, piedade e compaixão, disse a Arjuna, vendo a sua pungente tristeza e as lágrimas nos seus olhos:
2. “Donde te vem, ó Arjuna, essa pusilanimidade. Esta fraqueza, indigna de um homem, faz-te infeliz, pois te fecha as portas do céu”.

O homem que está cheio de medos e dúvidas, afasta-se por si mesmo do céu da bem-aventurança, que é próprio ä alma que conhece a verdade.

13 comentários:

Stefani Ψ disse...

Citaste frases fortes para falar do medo. Penso sim que ele impede que façamos muitas coisas, mas penso que não a ponto de impedir nossa felidade. Que nos angustia, certamente.

Abraço,

Stefani Ψ disse...

Deixei um selo pra você em meu blog. Passes por lá e dê uma olhada.

=)

Toninho Moura disse...

Tudo tem dois lados. A alegria e tristeza, o amor e o ódio, etc.
O medo é o lado oposto do quê? Da coragem?

Emely disse...

hare krishna

=)

pense também disse...

Com certeza, concordo com tudo o que foi dito. O medo exagerado paralisa. E quem fica parado não evolui.

Beijão Carolina

Meire disse...

'Saiba: todo mundo teve medo, mesmo que seja segredo'.

sweet.cherry.pie disse...

Nossa, o teu blog é a coisa mais linda, adorei os textos mais antigos, adorei esse texto, adorei tudo!


Quanto ao medo... É, tem um tipo de medo que serve pra deixar a gente alerta, cuidadoso, mas o medo simplesmente pelo medo, assim, aí é melhor deixar pro lado!

Luciana Clarissa disse...

não tenhas medo, menina.
de que tens medo?

como é bom vir aqui,
como é.

Anônimo disse...

ando pensando muito sobre o medo...

vou pensar ainda mais. rs. bj!

Polly disse...

Há outro livro que diz que o medo é o contrário do AMOR, e não o ódio como pensamos normalmente... O medo tolhe, limita, impede o amor incondicional, afasta os seres uns dos outros... Acredito nisso...

Beijo pra tu!

Tô com MSN, visse?! Podemos conversar!

Nanda Nascimento disse...

Agora mesmo li esta frase, retirada de um filme.
"Coragem não é a ausência do medo, e sim agir apesar do medo."

O medo faz parte, mais não pode tomar proporções maiores que o nosso ser.

Beijos e flores!

Natália disse...

O medo inibe mtos dos nossos desejos e sonhos.

Gostei daqui!

Bjos e td de bom!

Samelly Xavier disse...

O medo, realmente, não é o melhor companheiro. Inda mais pra quem se encanta com a poesia.

Entre blogs que pululam por aí, acabei achando o seu. Espero que não se importe com a visita.

Abraços recitados