sábado, 2 de maio de 2009

Fim de linha

Quando a gente é criança, sempre se imagina mais velha.
Veste as roupas da mãe, passa maquiagem só pra brincar
Pois então, eu também me imaginei, sempre fui de sonhar.
Mas agora, completando 28 anos eu tive uma surpresa.
Nunca me imaginei com mais de 27.
E se por acaso pensei, talvez tenha me esquecido.
Apartir de agora é fato: Ando em terreno desconhecido.

12 comentários:

Polly disse...

Amiga, eu te entendo!... Eu também nunca cheguei a cogitar ter mais de vinte-e-sete e estou quase lá... Terrenos desconhecidos e incertos...
Mas, de qualquer forma, felicitações pela "passagem" e por ter chegado lúcida até aqui!!

Um beijo bem grande! E luz pro teu caminho!

Toninho Moura disse...

Ôpa! Fez aninhos? Parabéns! Parabéns! Hoje é o seu dia, que dia mais feliz! Parabéns! Parabéns!
E 28 anos é uma idade ótima!
Beijão! Sorte, Saúde e Sucesso para você!

Meire disse...

Que td dê certo nessa sua nova caminhada..vá pela sombra!

um beijo
=*

Natalia Xavier disse...

Tb ando em terreno desconhecido e fico me perguntando porque de sempre eu ter desejado ser mais velha...

Bjos e td de bom!

Mamello disse...

Sabe o barato dos terrenos desconhecidos?

As surpresas que eles nos reservam.


Beijo do Marcio.

Sabrina Davanzo disse...

Ei, Carolina! Acho que essa é a famosa fase dos vinte e poucos.. a gente ainda se sente uma adolescente e está cada vez mais próxima de se tornar uma "mulher adulta".
A gente cresce. Tenho 26. Queria ainda ter 18,19.

Adorei o blog!

Um beijo!

Rayza Santiago disse...

verdade, poucas pessoas se imaginam com mais de 27, acho q ja me imaginei com 30, mas nao com mais de 27, ta entendo ? HSUIASHAUSHAUS

AIAI, vi seu blog no estrada de pensamentos, adorei

to te seguindo e te add nos meus melhores . o/

Silvinha disse...

Eu tb nunca consegui me imaginar beirando os 30 quando criança. Depois, adolescente, concordava com a idéia de "morrer jovem e deixar um belo cadaver". Hoje eu vejo que agora é que estou vivendo, que minha vida nunca foi melhor!

O desconhecido pode ser muito bom :)

Beijo!

Márcia Leite disse...

Engraçado é que quando a gente é criança acha que ter 25, 28, 32 é muito! E nunca é, a gente tá sempre querendo mais vida. Isso me faz pensar, hoje, que idade nunca é demais, somos todos muito jovens sempre! Que venham os 60, 70, 100, o ganho é estar bem viva, de bem com o mundo e com vontade de aprender a todo instante.

:*
:)

Anônimo disse...

isso é bonito... ou quase.

sei exatamente do que vc está falando.

até.

MR
www.quemsouessa.zip.net

LiLi disse...

O que vier é lucro. ou melhor, é surpresa!

Renata de Aragão Lopes disse...

Gostei demais.
Ando em terreno desconhecido há alguns anos... risos